Anos luz sem passar por aqui!

Depois da readaptada (conformada) com a Pátria, tenho muito que colocar em dia por aqui. Novidades, surpresas, causos, contos, lendas… Mas volto porque o que passa internamente agora, está acumulado e não tenho outra forma melhor de extravasar, do que *empunhando* o teclado.

Você já teve aquela sensação de que as coisas sempre acabam se revelando pra você?

É estranho… mas desde que comecei a notar, quando há alguma dúvida ou alguma intuição sussurrando ao pé do ouvido, a resposta ou esclarecimento vem logo em seguida!

Talvez não seja tão certo deixar tudo nas mãos do destino e deixar que o mesmo decida o rumo dos passos seguintes. É preciso planejar, precaver, cuidar, brigar pelo o que se acredita, caso contrário seria mais fácil sentar e esperar que as coisas acontecessem. Mas a impressão que as vezes tenho, é que tudo vai ser do jeito e forma que alguem (vai saber quem?) escreveu.

Porém, curiosamente, o acessor do autor dos capitulos já escritos, deve ter uma simpatia por uns ou outros por aí, e acaba alertando ou subliminarmente avisando que algo não anda bem por onde estejamos a pisar.

Aí, entra a chepa:

é ba-ta-ta!

Sente-se cheiro de coisa estranha,  aparece a confirmação em seguida.

Tem-se dúvida, vem um pinino e aponta onde acertar (ou errar).

Aposta-se no duvidoso e perde nas primeiras investidas!

E assim na constância da frequência, agente aprende a ficar de orelha em pé e prever o andamento das coisas.

Não sei se isso é lá tão legal assim.

Agente acaba por concluir uma série de fatores e prenomina onde tudo vai parar.

Quem dera eu ter de fato todo esse poder de previsão. Mas, a sociedade com a acessoria lá, às vezes manda malas-diretas na minha correspondência e é impossível não perceber!…

Então, fica o toque. Se algo te diz alguma coisa, dê uma porcentagem de credibilidade. Bem ou mal, agente não é pego de surpresa. (…)

ai ai!…

Voltando pra definitivamente (como todas as vezes) não me ausentar por muito tempo! Ficar sem escrever dói!

Inté!

Carol

Anúncios